Fellows Instituto Four

Juliana Cristina



Juliana é de Volta Redonda, no Rio de Janeiro e é graduanda do curso de engenharia de produção na UFF. Desde pequena sempre foi apaixonada do aprender e criar. Escolheu cursar engenharia de produção pela diversidade de possibilidades que poderia ter.



Durante a graduação, trabalhou com consultoria de projetos na empresa júnior e realizou projetos de pesquisa para grandes empresas. No MEJ ela começou a entender as áreas que despertavam maiores interesses se apaixonando por gestão e empreendedorismo.



Em 2018 ao participar do prolider, Juliana encontrou sua real paixão e qual causa gostaria de lutar que foi a educação. O prolider despertou um inconformismo e a importância de ter um proposito e uma razão que realmente ajude a melhorar a vida das pessoas e o Brasil. No final de 2018 Juliana começou a estagiar na área de inteligência comercial na Eleva Educação, onde pode conhecer um pouco mais do setor educacional no Brasil e descobrir quais áreas gostaria de trabalhar e quais não.



No meio de 2019 recebeu a proposta do desafio de ajudar a construir todo o setor pedagógico de uma nova escola em Juiz de fora, a escola INTEGRA, uma das unidades da Rede de ensino Apogeu. Topou o desafio e construiu todo o sistema de gestão pedagógica da escola, trabalhou com formação e liderou o projeto de construção dos currículos pedagógicos. A INTEGRA permitiu a Juliana desenvolver suas paixões.



Após o desafio da INTEGRA, Juliana foi convidada a assumir e criar um novo setor na Rede Apogeu, a Inteligência Pedagógica, que tem como missão por meio da construção de uma rede interdisciplinar de conhecimentos utilizando de dados, tecnologia, conhecimentos pedagógicos, processos e práticas de gestão apoiar os setores pedagógicos para melhoria da aprendizagem dos estudantes por meio de evidências, unindo algumas de suas paixões e somando novas a sua carreira.



Dentro do ProLíder, Juliana também desenvolveu o ANNOTA, uma edtech que tem como objetivo ser uma ferramenta educacional que propõe um novo método de anotação, que se torna o processo de aprendizagem mais eficiente e com mais resultados. Ela deu uma pausa nas ações do ANNOTA, pois entendeu que era necessário dar um mergulho maior na realidade das escolas para prosseguir e melhorar seu projeto para escala futura.



Juliana deseja no futuro com tudo que tem aprendido no ambiente privado atuar dentro da educação pública no Brasil. Ela entende que essa é a forma de causar mais impacto e melhorar a vida do maior número de pessoas possível, com o potencial de transformação que a ANNOTA e outras criações suas podem gerar na vida das pessoas